Voltar para página inicial

Meio Ambiente

Aviagen: empresa de genética foca em redução de emissões com inovação e tecnologia

25/06/2024

Aviagen:  empresa de genética foca em redução de emissões com inovação e tecnologia

Fortalecer eficiência e a responsabilidade ambiental da produção avícola global é um compromisso amplamente difundido pelos corredores da Aviagen, maior empresa de genética global e uma das principais atuantes no setor de carne avícola do Brasil.

Prova disso são os mais de R$ 7 milhões investidos pela empresa em usinas solares nas unidades em Uberaba (MG), Itirapina (SP) e Sarutaiá (SP), e R$ 1,1 milhão em sistemas de tratamento de efluentes.  E isto é só uma amostra de um trabalho sólido, construído ao longo dos anos.

Desde outubro de 2018, a Aviagen tem investido no mercado livre de energia elétrica com energia oriunda de fontes renováveis para abastecer suas unidades de Itirapina e Redenção da Serra, em São Paulo. Atualmente, também são atendidas por energia contratada do mercado livre o incubatório de Rio Claro (SP) e as unidades de Uberaba (MG), Santa Cruz das Palmeiras (SP) e Natividade da Serra (SP).

Em 2023, cerca de 40% da energia utilizada pela Aviagen no Brasil era proveniente do mercado livre que, associada à compra do mercado cativo, cuja matriz elétrica também é predominantemente renovável (87,9% em 2022), fez com que a empresa operasse com cerca de 93% da eletricidade de fontes renováveis.

Segundo o coordenador de Meio Ambiente da Aviagen, Gustavo Vilela, a empresa planeja que, até o final de 2024, 76% de toda a eletricidade consumida em suas unidades seja proveniente do mercado livre, resultando em cerca de 95% do total de energia utilizada em suas operações brasileiras vindo de fontes renováveis.

O foco em sustentabilidade da Aviagen não se restringe às matrizes energética – também alcança a água utilizada para os processos e biosseguridade nos incubatórios.

Os cinco incubatórios da Aviagen – fundamentais para assegurar o suprimento de avós e matrizes – seguem rigorosos processos de biosseguridade. São etapas de limpeza e desinfecção frequentes, o que gera águas residuais da operação, também conhecidas como “efluentes”.  Dois desses incubatórios são atendidos pelas redes municipais de coleta de efluentes. Nos outros três, a Aviagen está potencializando os sistemas existentes de tratamento de efluentes, com aportes que já ultrapassam R$ 1,1 milhão. Os novos sistemas alcançarão uma eficiência de remoção de Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO) superior a 80%, garantindo que a água seja significativamente mais limpa antes de ser devolvida ao meio ambiente.

“Nosso objetivo é garantir que todas as nossas operações sejam sustentáveis. Estamos concentrados em sermos um exemplo na indústria avícola, por meio de estratégias ambientais eficazes e práticas sustentáveis. Por meio destas ações, demonstramos nosso compromisso em proteger os recursos naturais, reduzir as emissões de carbono e garantir o bem-estar animal e a segurança alimentar”, destaca o presidente da Aviagen na América Latina, Ivan Lauandos.

LEIA TAMBÉM

Copacol é modelo em produção de energia renovável

Meio Ambiente

23/04/2024

Copacol é modelo em produção de energia renovável

Com práticas sustentáveis do campo até a indústria e investimento contínuo em produção de energias alternativas, reflorestamento, destinação adequada de resíduos e […]

Leia mais
Aurora Coop recebe premiação no 30º Prêmio Expressão de Ecologia

Meio Ambiente

10/06/2024

Aurora Coop recebe premiação no 30º Prêmio Expressão de Ecologia

Projeto “Modernização das estações de tratamento de efluentes líquidos na Aurora Coop: novo sistema controla a poluição e traz maior eficiência e […]

Leia mais
Com investimento de R$ 220 milhões, JBS expande globalmente a utilização de biogás

Meio Ambiente

04/12/2023

Com investimento de R$ 220 milhões, JBS expande globalmente a utilização de biogás

No Brasil, empresa já implementou a captura de metano em nove instalações da Friboi por meio do sistema de tratamento de efluentes […]

Leia mais